quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Só para atacar o Sintese ou fritar o governador? Abra o olho Déda!


Pessoal, o quatro artigo da semana sobre o mesmo assunto. Hoje mostro aos internautas que professores em Sergipe, com o piso, conseguiram a maior remuneração do Nordeste e a sétima melhor do País. Mas por que o próprio Governo insiste em divulgar que ocorreram perdas? Só para atacar o Sintese ou fritar o governador? Abra o olho Déda!
O piso de Déda e do seu governo

06/08/2009 - 09:14

Veja como o Governo do Estado rema contra o próprio governador Marcelo Déda. Nos últimos 40 anos da história de Sergipe não teve um chefe do Executivo Estadual que concedesse reajustes a professores e policiais acima das perdas inflacionárias. Isso é fato.

Antônio Carlos Valadares, João Alves Filho e Albano Franco, no máximo, quando concediam reajustes significativos numericamente chegavam apenas a zerar os prejuízos da corrosão inflacionária. Isso era raro, mas aconteceu. Agora, ganho real, aumento do poder de compra, nada, nenhum centavo a mais.

Depois de muita luta, greves, perseguições, ameaças, liminares na Justiça, intolerância por parte do Governo (e o governador embarcou nessa armadilha plantada por seus auxiliares), categorias como a dos professores e policiais civis e militares tiveram grande parte de suas reivindicações atendidas. Se ia atender, porque demorou tanto? ......

LEIA NA ÍNTEGRA E COMENTE em http://www.infonet.com.br/josecristiangoes/ler.asp?id=88469&titulo=Cristian_Goes


Cristian Góes


Para finalizar a semana e o tema da semana segue o quinto artigo. Hoje vejam os exemplos terríveis de Simão Dias e Aracaju sobre a implantação do piso do magistério. Na coluna também detalhes sobre um ato de jornalistas contra a presença do ministro Gilmar Mendes em Aracaju na próxima semana. A colher de pau vai cantar.

Os tiros no pé que acertam no governador
Para encerrar a temática desta semana envolvendo o Governo Déda, a gravação do CD com a reunião em palácio, o piso e os professores, a coluna de hoje traz dois exemplos de ações de aliados diretos do governador que dão tiro no pé deles e acertam diretamente em Marcelo Déda.

O primeiro é o caso do município de Simão Dias. Lá assumiu a prefeitura este ano um professor, Dênisson Déda, PSB, que foi muito tempo do PT e é primo do governador. O secretário de Educação local também é professor. E lá não se paga o piso ao magistério conforme a lei. Pior, os professores estão em greve e o clima é tenso.

É verdade que o prefeito encontrou uma “tragédia administrativa” e que, sem revelar publicamente, tenta sanear os graves problemas. Cortou cargos em comissão, paga dívidas e mais dívidas deixadas por Zé Tragédia e tem dificuldades. Mas como professor e conhecedor dos problemas da área, tinha que eleger a educação como prioridade, não está fazendo. E prioridade é prioridade.

Além de não pagar o piso, além de endurecer .....

Veja a íntegra dos cinco artigos da semana em:

Os tiros no pé que acertam no governador

O piso de Déda e de seu governo

O governador e a conspiração

Déda e a gravação da fita

Déda refém em seu governo

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto