terça-feira, 8 de setembro de 2009

15º Grito dos Excluídos

e Newsletter


15º Grito dos Excluídos marca o 7 de Setembro em Aracaju

Ter, 08 de Setembro de 2009 09:10
Após acompanhar desfile cívico, Ana Lucia participa da marcha


Com o lema ‘Vida em primeiro lugar: a força está na transformação”, centenas de trabalhadores e trabalhadoras, do campo e da cidade, e representantes de organizações sociais foram ás ruas de Aracaju, neste 7 de setembro, dando corpo e voz ao 15º Grito dos Excluídos. Organizado pela igreja católica, conjuntamente com diversas entidades dos movimentos social e sindical, o Grito foi o contraponto ao tradicional desfile de 7 de Setembro na Avenida Barão de Maruim, com sua parada militar e desfile de alunos das escolas do Estado. A marcha entrou na avenida após a última escola pública desfilar, por volta do meio-dia.

A deputada estadual Ana Lucia e o deputado federal Iran Barbosa, ambos do Partido dos Trabalhadores, acompanharam o desfile na Barão de Maruim, antes de seguirem para a Praça Olímpio Campos, onde aconteceu o ato de abertura do Grito.

“Este é mais um grito coletivo, símbolo da luta contra a injustiça e a exclusão social. É a reafirmação da capacidade, da força, da responsabilidade dos trabalhadores como construtores de uma nação livre e soberana. Esse ato é uma denúncia da exclusão social causada por um modelo econômico injusto, concentrador e excludente que questiona toda forma de dominação e dependência e aponta valores e caminhos para a construção de uma sociedade onde a justiça e a igualdade sejam uma realidade possível”, destaca a parlamentar.

No Brasil hoje, há aproximadamente 30 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha de pobreza. Em seu discurso, Dom Henrique Soares da Costa, Bispo Auxiliar de Aracaju, chamou a atenção sobre os direitos negados do cidadão. “Nem tudo na nossa pátria caminha da maneira correta para que o Brasil venha a ser o que diz nosso hino, uma ‘Mãe Gentil’. Nossa pátria está longe de ser uma mãe gentil, pois nem todos os cidadãos tem os seus direitos respeitados”, denuncia.

Discursos - Puxados por três grandes carros de som, trabalhadores e trabalhadoras, da cidade e do campo, e representantes da igreja católica e de suas pastorais cruzaram a avenida Barão de Maruim com o tom do discurso afinado, criticando, principalmente, o crescente processo de exclusão das parcelas menos favorecidas da sociedade, acesso digno para todos à educação e saúde de qualidade, à moradia, reforma agrária e urbana, aumento da oferta de emprego e melhores salários para os trabalhadores, além da redução da jornada de trabalho sem redução de salário, contra as fundações públicas de direito privado, e o uso dos recursos petrolíferos do pré-sal para a melhoria da qualidade de vida do povo brasileiro, entre outras bandeiras.

Origem do Grito

O Grito dos Excluídos nasceu em 1995 como uma grande manifestação popular para denunciar todas as situações de exclusão social e pensar possíveis saídas e alternativas. Em 1996, ganhou apoio da Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros - Cnbb. Hoje, é realizado por várias instituições, movimentos sociais e lideranças comunitárias. O movimento expandiu e já acontece em vários países da América Latina.

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto