quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Quinze de outubro....


José de Jesus Santos*


A partir da iniciativa da Associação dos Professores Católicos do Rio de Janeiro o dia 15 de outubro ficou conhecido no Brasil como o dia do Professor.  Figura importante na formação de toda sociedade. Não há profissão que não seja formada por este agente transformador.
Uns chamam de mestre, outros de educador, mas professor é o melhor verbete para este profissional do ensino nos dias atuais por que professar nas quatro paredes de uma sala de aula, ou num laboratório, ou em aulas de campo os caminhos por onde o cidadão, o filho do trabalhador, pode trilhar por uma sociedade mais justa.
Mas vamos perguntar a esse que é homenageado o que há de se comemorar... Nos municípios sergipanos infelizmente a imprensa escrita ou falada ecoa que prefeituras preferem fazer festas megalomaníacas a pagar professores, que estas fazem jantares e almoços e ate uma viagem a promoverem formações continuadas e estimular a carreira docente. O que há para se comemorar? Como investir numa carreira acadêmica, mestrado e doutorado se os níveis são seqüestrados ao se reverter em estímulos qualitativos de remuneração. Que incentivo tem um jovem a querer ser Professor?
Sobre o estímulo a carreira, eis ai um ponto que não se ver motivos a festejar se não fosse o trabalho dos sindicatos que representam esta classe – com a aprovação do Piso Salarial em 2008. Muitos gestores foram picados pela mosca azul e estão fazendo um verdadeiro pandemônio na carreira do magistério seqüestrando os direitos adquiridos em anos de muita luta, para simplesmente manterem os seus dividendos políticos. Vale ai para eles massacrar o professor.
O mundo passa por uma crise econômica e a educação também vive a sua – índices baixos nas pesquisas, falta de investimento real na infraestrutura das escolas, desvio de recursos na merenda escolar – a unos recebendo alimentação escolar com data de validade vencida, transporte dos alunos sendo usado em campanhas políticas e até prefeituras preferem promoverem festas colossais  a  pagar seus professores.
Hoje quinze de outubro de 2009 professores da rede municipal e estadual de Sergipe se perguntam o que se tem a comemorar a não ser sua persistência e resistência contra a ideologia neoliberal do sucateamento e criminalização de sua carreira quanto movimento social e transformador do ser humano...
 Hoje o dia do professor no estado de Sergipe é reflexivo no Iate Clube de Aracaju, onde NOVOS RUMOS, NOVAS PERSPECTIVAS E UMA NOVA CARREIRA solidificada no princípio da autonomia e da transformação do aluno em agente construtor da sua própria historia, construtor de uma nova sociedade mais justa e igualitária... ”(...) Na sala de aula é que se forma o cidadão... (...) por isso respeite o meu professor... Batam palmas para eles... que eles merecem!”



*Professor da rede pública municipal de Boquim, delegado de Base (SINTESE)/Conselheiro Municipal de Educação de Boquim/SE)

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto