segunda-feira, 11 de abril de 2011

Floro Calheiros está Morto!

fonte: nenoticias

Jornal de Tocantins diz que mais de 50 participaram da operação que matou Floro


Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária de Barreiras/BA

Matéria atualizada às 08h05 do dia 11/04

O foragido Floro Calheiros foi localizado em Gurubi, em Tocantins. Cercado por políciais federais e PMs do Pará, Floro reagiu. Na troca de tiros, Fábio, seu filho, foi baleado. 

Floro Calheiros conseguiu fugir do cerco policiail e se mandou para o Estado da Bahia.

No município de Barreiras, na Bahia, policiais federais e da PM da Bahia montaram barreira e trocaram tiros com Floro Calheiros. No enfrentamento, Floro morreu.

Outro foragido que morreu ao trocar tiros com a polícia foi Lucas, sobrinho de Floro.

Segundo o assessor de comunicaçáo da SSP, Lucas Rosário, em entrevista ao Radar 64, da Bahia, Fábio sofreu inteervenção cirúrgica e não corre risco de morte.

Veja informações atualizadas do Diário do Tocantins
Tudo começou em Gurupi ( 191 km de Palmas-TO) na madrugada do dia 10, quando foram abordados membros de uma quadrilha de assassinos foragidos de Sergipe, suspeitos de cometer dezenas de crimes, entre eles, um atentado em 18 de agosto de 2010 contra o presidente do TRE-SE (Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe), desembargador Luiz Mendonça.

Segundo informações da Polícia Federal ,o chefe Floro Calheiros e seu bando formado pelo sobrinho Lucas Calheiro, seu filho Fábio Calheiro e outros,  estavam em Gurupi e região comercializando gado e possivelmente dono de propriedade rural.

Para o delegado da Polícia Federal Dr. Ronaldo Campos foi imprescindível para o sucesso dessa operação a cooperação entre a Polícia Federal e polícias Civil,PRF, Militar do Tocantins e, da Bahia e Sergipe.

“A polícia civil solicitou apoio da Polícia Federal,e, através de levantamentos localizamos quatros homens suspeitos em  uma residênia em Gurupi, sendo três foragidos da justiça do Estado de Sergipe. Ao serem abordados na residência em Gurupi, eles resistiram  a ordem de prisão e houve troca de tiros.  Fábio foi atingindo com um tiro de fuzil na região do abdomem e Floro, na perna, ficando com uma fratura exposta. Eles conseguiram fugir com Lucas e o quarto homem. Na fuga, Floro  decidiu deixar o filho numa chárara próximo a Gurupi, para que buscasse atendimento médico. Ele acabou preso mais tarde. Os três homens restantes tomaram de assalto uma L200 preta.

Através da perseguição policial de Gurupi rumo a Barreiras na Bahia, eles foram localizados no período da manhã através dos serviços de inteligência da Polícia Federal, e abordados num posto da PRF ,em troca de tiros, por volta das 9 horas da manhã, os três morreram”.

O CONFRONTO

A PRF realizou bloqueios nas possíveis rotas de fuga e, por volta das 9h, na BR-242, Floro invadiu um bloqueio e foi perseguido. Segundo os policiais, os fugitivos desceram do carro atirando e os agentes revidaram. Os foragidos correram para dentro do matagal e, em confronto, os três foram mortos. Com eles, havia duas pistolas 9 mm e calibre 38 e vasta munição de metralhadora, que pode ter caído num rio, além de R$ 850.

Segundo a PM da Bahia, Floro também é conhecido como Ricardo Alagoano e era "um dos bandidos mais procurados pela polícia baiana e de Estados vizinhos".(Terra)

Veja a seguir notícias atualizadas do site do jornal A Tarde

Três homens procurados por envolvimento no atentado contra o desembargador Luiz Mendonça, presidente do Tribunal Regional Eleitoral e Sergipe (TRE/SE), no dia 18 de agosto de 2010, em Aracaju, foram mortos na manhã deste domingo, 10, durante uma operação policial na cidade de Barreiras (a 858 km de Salvador), no oeste do Estado.

Floro Calheiros Barbosa, Lucas Calheiros Barbosa e Rafael Costa Borges morreram em confronto com policiais militares e rodoviários federais, por volta das 9h, depois de furar o bloqueio na BR-242, em frente do posto da PRF de Barreiras. Com um pneu furado, eles pararam cerca de 300m e entraram num matagal, onde foram mortos após troca de tiros.

Floro, que estava foragido da Justiça sergipana há cerca de 3 anos, foi localizado e cercado no sábado, 9, na sua fazenda na zona rural de Gurupi, em Tocantins. Em troca de tiros, o filho de Floro, Fábio Calheiros Barbosa, foi baleado e socorrido ao Hospital Regional de Gurupi, sendo transferido posteriormente, com escolta da polícia federal, para a cidade de Palmas. Conhecido como Bala, um funcionário da confiança de Floro, também detido.

Em uma caminhonete Mitsubishi blindada, Floro e os dois sobrinhos fugiram em direção à Bahia. Avisados pela polícia do Tocantins, a PM, com o apoio da PRF, organizou um cerco na tentativa de capiturá-los. O veículo, com marcas de balas, está no pátio do Complexo Policial de Barreiras. 

Acompanhe a seguir informações da SSP/SE, postadas no site da secretaria às 15h04

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) e o Departamento da Polícia Federal (DPF) confirmam a morte, por volta das 9h deste domingo, dia 10, de Floro Calheiro Barbosa e do seu sobrinho, Lucas Calheiros. Um terceiro homem também morreu quando Floro avançou um bloqueio da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar da Bahia, no município de Barreiras, próximo à divisa com o Tocantins.

A investida começou em Gurupi, em Tocatins, quando equipes da Polícia Federal e da PM de TO, com informações da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) da Polícia Civil de SE e do serviço de Inteligência da Superintendência da PF de SE levantaram detalhes sobre a casa onde Floro estaria hospedado, com Lucas Calheiros e Fábio Calheiros, este último filho de Floro.    

A identificação de uma Hilux de cor prata, com placas do Espírito Santo, pelos setores de inteligência da PF e PC foram cruciais para chegar ao foragido da Justiça sergipana. Por volta de 1h da madrugada deste domingo, os policiais federais e militares de Tocantins cercaram a residência e deram voz de prisão a Floro, Lucas e Fábio. Na abordagem, eles reagiram. Fábio foi atingindo com um tiro de fuzil na região do abdômen, mas mesmo assim os três, acompanhado por um quarto homem que não foi identificado, conseguiram fugir.

Floro também foi atingido com um tiro na perna e tinha fratura exposta. Na fuga, Floro decidiu deixar o seu filho, Fábio, em um sítio e pediu que o proprietário o conduzisse para o hospital mais próximo, pois possivelmente ele não resistiria caso seguisse na fuga. Floro seguiu com Lucas e o quarto homem e, no caminho, tomou de assalto uma L200 preta e abandonou a Hilux. Nesse momento o Departamento da PF de SE e a SSP/SE acionaram todas as equipes da região, levando em consideração as possíveis rotas de fuga.
 
Já por volta das 9h, na BR 242, que liga Tocantins ao Estado da Bahia, Floro invadiu um bloqueio montado pela Polícia Rodoviária Federal e PM da Bahia. Os policiais perseguiram o veículo usado na fuga e, a cerca de 1,2 quilômetros do local onde o bloqueio foi montado, os três desceram do veículo atirando nos policiais, que revidaram. Os foragidos correram para dentro do matagal, e no confronto os três foram mortos, Floro, Lucas e mais um homem, cuja identificação ainda é procurada pela polícia.

Os policiais apreenderam com o trio duas pistolas 9mm e vasta munição de uma metralhadora, que provavelmente caiu em um rio. Todos os detalhes da operação que resultou na localização de Floro, Lucas e Fábio serão repassados à imprensa em entrevista coletiva, que será concedida nesta segunda feira por gestores da Polícia Federal, SSP/SE e Departamento da Polícia Rodoviária Federal, com horário ainda a definir.

Vale ressaltar que os trabalhos surgiram de um Acordo de Cooperação Técnica entre a Polícia Federal e Polícia Civil de Sergipe, sendo que a operação foi denominada 18 de agosto, em referência ao dia do atentado contra o desembargador Luiz Mendonça.


Leia mais sobre Floro:

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto