terça-feira, 24 de maio de 2011

FORMAÇÃO PARA FUNCIONÁRIOS DE ESCOLA

Cursos de formação para trabalhadores de escola pública. Esta foi a solicitação que a deputada Ana Lúcia (PT)encaminhou para a Assembleia Legislativa através de indicação direcionada ao secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, e à presidente do Conselho Estadual da Educação, Eliane Passos Santana. A deputada requer a formação técnica nas habilitações Alimentação Escolar, Infra-Estrutura Escolar, Multimeios Didáticos, Orientação Comunitária, Biblioteconomia e Secretaria Escolar.

Na solicitação a deputada Ana Lúcia indica que a formação deve ser desenvolvida em conformidade com o disposto na Lei 9394, de 20 de dezembro de 2006, do Decreto nº 5.154, de 23 de julho de 2004 e do decreto 7415 de 30 de dezembro de 2010.

TODOS EDUCADORES
O funcionário da educação Luiz Carlos, que trabalha na Escola Estadual Graccho Cardoso, do município de Própria, informou que a formação é importante para melhorar a atuação do profissional e o reconhecimento da categoria. “Somos todos educadores, a diferença é que uns atuam em sala de aula e outros nos demais espaços da escola”, avaliou.

Luiz Carlos disse que 800 trabalhadores da educação em Sergipe participaram de uma formação em 2010, através do programa do Governo Federal Profuncionário. Mas como existem 10 mil funcionários da educação, esta formação não foi o suficiente para saldar a demanda. Luiz também acrescentou que a principal luta da categoria é pela implantação do Plano de Carreira da categoria, mas como isto passa pela valorização do profissional, a concessão de formação é crucial.

Professores ocupam galerias da ALESE

AUTOR FONTE // sintese
alese_24_5_11
alese_24_5_11
No segundo dia de greve, os professores da rede estadual junto a outras categorias de servidores ocuparam as galerias da Assembleia Legislativa. Na ocasião o sindicato entregou aos deputados presentes a sessão um documento solicitando o apoio dos deputados para o pagamento da revisão do Piso Salarial Profissional Nacional.
O documento também faz um histórico de como estão decorrendo as negociações e apresenta as quatro propostas rejeitadas pelos professores. “O magistério estadual rejeitou as propostas porque todas dividem a carreira, a carreira é única. Todos os níveis de carreira desempenham a mesma função: a docência então não podemos aceitar divisão”, disse a presidenta do SINTESE, Ângela Maria de Melo.
Para o sindicato o papel dos deputados estaduais é importantíssimo nesse momento. “Temos certeza que poderemos contar com o apoio da Assembleia Legislativa, que é a casa do povo”, afirmou a vice-presidenta, Lúcia Barroso.
No documento os professores ressaltam para os deputados que “é de fundamental importância o seu irrestrito apoio no sentido de intermediar junto ao Governo do Estado, a apresentação de uma proposta de pagamento da revisão do Piso Salarial Profissional, nos termos da Lei e que respeite o Plano de Carreira e Remuneração, não promovendo a diferenciação entre professores na forma de pagamento da referida revisão”.
A deputada Ana Lúcia ocupou a tribuna para relatar como tem sido a luta dos professores por valorização profissional e melhores condições de trabalho.
Assembleia
Os professores da rede estadual se reúnem em assembleia às 9h no Instituto Histórico e Geográfico.
Funcionários de escola
Luiz Carlos Gomes, membro da Comissão Profuncionários
Luiz Carlos Gomes, membro da Comissão Profuncionários
Os funcionários de escola também ocuparam as galerias da assembleia para reivindicar formação, melhores salários e condições de trabalho.
A deputada Ana Lúcia solicitou, através de indicação para o secretário de Educação requerendo a formação técnica nas habilitações Alimentação Escolar, Infra-Estrutura Escolar, Multimeios Didáticos, Orientação Comunitária, Biblioteconomia e Secretaria Escolar.
“Hoje foi um dia importante para os funcionários de escola, pois nossa necessidade de valorização foi debatida pela deputada Ana Lúcia, pois também somos educadores”, disse Luiz Carlos Gomes, membro da Comissão Profuncionários

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto