quinta-feira, 19 de maio de 2011

"PRIM PRIM"



Padre é notícia no 'Fantástico'. Nota denuncia ''farsa da Globo''
http://www.ihu.unisinos.br/templates/interna/images/pontilhado_news.jpg

Sob o título "Passo a Passo: a farsa da Globo para incriminar o Padre Renato'', o Centro Burnier Fé e Justiça, com sede em Cuiabá, publica, no dia 16-05-2011, a seguinte nota:
Durante dois meses a TV Globo tentou ‘cavar’ provas de insucesso do método Bio Saúde, e viajou em todo o Brasil com esse objetivo. Esteve no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.
Na cidade de Jundiaí (SP) encontrou uma pessoa que se disse vítima de tratamento mal sucedido (a técnica em química Cristina Fernandes). Porém essa pessoa nunca esteve em Mato Grosso, não conhece Cuiabá, nem o Biosaúde e nunca encontrou pessoalmente o padre Renato Barth. Nem ela e nem a suposta mãe falecida (fotografia mostrada no programa)!
Quanto às pessoas que deram “testemunhos” sem se identificar (escondendo o rosto e a identidade) isso prova a maldade (no mínimo) da TV Globo. Aquele cidadão que disse (na ‘reportagem’) que no ano de 1.999 procurou o Padre Renato no Bairro Jardim Paraíso (sede do Bio Saude) para ‘tirar satisfação’ sobre um suposto mau atendimento (à sua mãe) deve ter encontrado um matagal. É que o Bio Saúde só se instalou no local em 2002, três anos depois.
A conclusão da farsa.
Durante dois meses o repórter Marcelo Canelas ouviu pessoas (em Mato Grosso) que demonstraram como se recuperaram de graves moléstias, apenas com o uso do método Bio Saúde. Entre elas a senhora Euza, que mostrou laudos laboratoriais atestando cientificamente a evolução da cura da osteoporose (o ‘antes’ e o ‘depois’) apenas com o uso de chás e argila.
Um dos advogados do Padre Renato mostrou ao repórter da TV Globo (no Fórum de Cuiabá) o processo interposto pelo CRM, inclusive o despacho onde juiz entendeu que a conduta do Padre é atípica (não é crime). A TV Globo sonegou a informação de modo a criminalizar os métodos populares de tratamento de doenças, dando a entender que o processo judicial estaria ativo.

E qual o objetivo da
 Globo com tais farsas? Defender os interesses econômicos da indústria farmacêutica que tem faturamento anual de 500 bilhões de dólares graças a doenças e doentes. E para isso (proteger o interesse capitalista) a TV Globo e os laboratórios não se preocupam em mentir e agredir pessoas e reputações, pondo em risco a saúde pública.
Para ler mais:

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto