quarta-feira, 14 de março de 2012

Audiência pública sobre o concurso público do magistério será realizada dia 19

autor e fonte: SINTESE
Atendendo a solicitação da presidenta do SINTESE, Ângela Mariade Melo, Luis Fausto Valois, da Promotoria de Educação convocou os secretários Belivaldo Chagas (Educação) e José Oliveira Júnior (Planejamento, Orçamento e Gestão) junto com o SINTESE para audiência pública ara discutir e resolver os problemas encontrados no edital do Concurso Público para provimento de vagas do magistério estadual. A audiência acontece na próxima segunda-feira, 19, a partir das 8h30 na sede do Ministério Público Estadual.


No último dia 12, o SINTESE foi informado que o Ministério Público Estadual - MPE entrou com uma ação civil pública solicitando a anulação do edital do concurso do magistério da rede estadual. A argumentação principal do MPE se baseia na falta de licitação para a contratação da Fundação Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB como empresa organizadora do concurso.
Para o SINTESE o Ministério Público tem legitimidade e legalidade para solicitar a anulação do concurso, cabe agora o Poder Judiciário se pronunciar sobre o assunto. Vale frisar que em nenhum momento o sindicato solicitou o cancelamento do edital do concurso. Todos os requerimentos do SINTESE tanto para o Governo do Estado (através das secretarias de Educação e Planejamento, Orçamento e Gestão) quanto o Ministério Público foram para que as irregularidades encontradas na composição da comissão organizadora e do edital fosse corrigidas.
Como entidade sindical preocupada com o uso dos recursos públicos, com a valorização dos professores e por uma educação de qualidade social para os filhos e filhas dos trabalhadores que frequentam a escola pública, o SINTESE, no momento em que foi definida a comissão para organizar o concurso o sindicato colocou seus posicionamentos.
O SINTESE identificou vários problemas no edital do concurso: Prova de Redação eliminatória, quando a maioria absoluta dos concursos públicos ela tem caráter classificatório; o acerto de 60% das questões, as avaliações aprovam pela média, então o correto é que se o candidato complete 50% da prova ele esteja habilitado para continuar concorrendo; desconsideração dos artigos e trabalhos científicos dos professores; falta de vagas específicas para professores em áreas Indígenas, Quilombolas, a não disponibilização de vagas para docentes em Informática, Música e Ensino Profissionalizante.
Vários postulantes ao concurso buscaram o sindicato com a seguinte reivindicação: que o prazo para responder a prova para seja aumentado de quatro para cinco horas, devido a confecção da redação. Os concursos públicos que contem prova de redação têm a duração de cinco horas, inclusive concurso realizado pela própria FUNCAB para a Prefeitura Municipal de Aracaju.
Outro questionamento foi com relação a paridade entre os membros da comissão organizadora. O magistério sempre esteve em minoria, pois apesar da legislação prever a participação somente de representação dos professores e da Secretaria de Estado da Educação, mas a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão também fez parte da comissão, causando uma disparidade na comissão (o governo ficou com dois representantes e os trabalhadores com um).
“Para o SINTESE, todos os empecilhos instituídos no edital têm como objetivo aprovar o mínimo possível de educadores para que o Governo de Sergipe mantenha a política de contratos, uma política nefasta não só para o magistério, mas para todo o serviço público. Esperamos que essa audiência no Ministério Público possa corrigir esses problemas”, disse a presidenta do SINTESE, Ângela Maria de Melo.

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto