sexta-feira, 23 de março de 2012

ENQUANTO O PREFEITO DE BOQUIM SÓ DIZ ESTUDAR O REAJUSTE....



marcha (37)
marcha (37)

Professores de 23 municípios já negociaram piso sem alteração na carreira

AUTOR // sintese
O magistério de 23 municípios já negociou o pagamento do reajuste do piso para 2012 sem alteração na carreira. Através do diálogo os professores destas cidades puderam garantir em seus vencimentos iniciais os 22,22% de reajuste.
Já negociaram: Areia Branca, Macambira, Ribeirópolis, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora das Dores, Poço Redondo, Cumbe, Canhoba, São Francisco, Lagarto, Poço Verde, Pedrinhas, Tobias Barreto, Riachuelo, Barra dos Coqueiros, Divina Pastora, Rosário do Catete, Siriri.
Os professores de Amparo do São Francisco, Telha, Indiaroba, Carmópolis e Pirambu foram os primeiros a receber o reajuste já no mês de fevereiro.

Quebra na carreira
Em Estância e Laranjeiras as administrações propagandeiam que pagam o piso, mas para isso destruíram a carreira dos professores. No município da região Sul, a administração retirou a regência de classe dos professores e deu apenas 10% de reajuste para o nível superior.
A administração de Laranjeiras não abriu o espaço para diálogo com os professores e conseguiu aprovar lei que divide a carreira dos professores, sendo que os docentes com nível superior ficaram com apenas 5% de reajuste.
O piso salarial é um dos meios para valorizar a carreira do professor e não para que ele tenha perdas.
Ainda com R$1.187
Docentes de 39 municípios ainda recebem em seus contracheques o valor do piso de 2011, no valor de R$1.187, mas vários deles já estão em processo de negociação. Vale ressaltar que apesar de estarem com o valor do piso defasado, nestes municípios os professores não tiveram alteração na carreira.
Já em Campo do Brito, Nossa Senhora de Lourdes, Malhada dos Bois, Riachão do Dantas, Salgado, São Cristóvão e Santa Luzia do Itanhy os educadores estão com o valor do piso de 2011 e na época tiveram alteração, com perdas, na carreira.
Com valores de 2010
A situação do magistério de Nossa Senhora da Glória e Carira é difícil, nestas duas cidades os professores não têm reajuste do piso desde 2010, permanecendo com R$1.024 nos contracheques.
R$950
General Maynard é o único município onde os professores não ultrapassaram a marca de R$950 (valor do piso em 2009) em seus contracheques. O SINTESE tem buscado a negociação para que o município cumpra a lei e os educadores tenham direito aos reajustes anuais.
Diferenciado
Apesar dos professores receberem o piso salarial nos valores de 2011 (R$1.187) o município de Maruim tem uma diferença básica. Lá não existe plano de carreira, ou seja, os professores só recebem o piso e vantagens garantidas no Estatuto do Servidor (triênio e terço aos 25 anos).
Rede Estadual
Na rede estadual os professores tiveram sua carreira dividida pela Lei Complementar 213/2011, mas estão em luta para garantir o reajuste do piso para todos. No próximo dia 28, a partir das 8h eles ocupam as galerias da Assembleia Legislativa para solicitar aos deputados estaduais que não aprovem reajuste diferenciado.

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto