domingo, 18 de março de 2012

Professores de Boquim foram a Câmara de Vereadores


Professores de Boquim
na Câmara de Vereadores
no 3º dia da Greve Nacional
  Professores de Boquim na manhã do dia 16/03 estiveram na Câmara de Vereadores para falar da dificuldade em ter uma audiência com o prefeito Pedro Barbosa.  O movimento foi no terceiro dia de GREVE NACIONAL em defesa por mais recursos para a educação. O SINTESE teve acesso ao espaço na Câmara e falou dos problemas e da morosidade da administração em agendar uma audiência para tratar de assuntos da carreira do magistério além do reajuste de 22,22% do piso nacional.

 Até o momento o prefeito e seus assessores só informaram verbalmente que se estava fazendo os estudos, onde o sindicato recebeu no final de janeiro um oficio informando que a prefeitura já tinha se antecipado nos estudos. Segundo informações da assessoria de planejamento em intervenção na rádio comunitária do município o prefeito Pedro Barbosa só está esperando a secretária de educação Simone Moura fazer levantamento do que se precisará no almoxarifado para a manutenção e "Se dé" ele reajustará o piso.
  Porém para a manutenção das escolas não é só o FUNDEB que deve ser utilizado mas como também os recursos da Manutenção do          Desenvolvimento do Ensino (MDE) e as próprias escolas já recebem recursos diretamente pelos Programas Dinheiro Direto na Escola(PDDE) ou pelo Programa de Desenvolvimento de Ensino(PDE), o que já ajuda a otmizar os investimentos na educação complementando com o MDE.
   Os recursos de Manutenção do Desenvolvimento do Ensino chegou a uma média anual de 3 milhões de reais nestes últimos anos. Desses recursos não se sabe que investimentos foram feitos, pois nenhuma documentação sobre o recurso é disponibilizada quando solicitada pelo SINTESE, bem como as folhas de pagamento do magistério pelo FUNDEB.
   Também foi colocado as péssimas condições de trabalho em algumas escolas como a Joaldo Barbosa, onde os computadores não são suficientes e estão precisando de concerto, a sala de vídeo não tem ventilação e se transforma numa verdadeira sauna nas aulas com vídeo o que dificulta os trabalhos, além da falta de birôs e carteiras quebradas.
  Os professores foram também cobrar do líder do prefeito na Câmara uma audiência com o prefeito, o vereador Sílvio disse que o prefeito pagaria o reajuste, mas ele teria  que terminar os estudos de impacto. Foi sugerido pelo vereador Duca uma intervenção da Casa para mediar esse impasse já que pelos números apresentados no dia mostravam ter recursos. O mesmo vereador se comprometeu-se em nome da sua bancada que nenhum projeto de lei alterando a carreira que prejudique os professores será aprovado por eles.
   Na próxima semana os professores farão uma nova assembleia para avaliar a greve nacional e deliberar lutas para garantir o reajuste do piso bem como a audiência para tratar de outros pontos da carreira.
Nas ruas da cidade foram espalhadas faixas
sobre a morosidade da prefeitura
  As cidades de Tobias Barreto,Poço Verde e Lagarto por exemplo já aprovaram os reajustes as cidades de Pedrinhas, Riachão,Salgado já tem audiências marcadas com o SINTESE só falta na nossa região o prefeito Pedro Barbosa fazer o mesmo. 


Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto