sábado, 14 de abril de 2012

BOQUIM: SEXTA-FEIRA 13: NEM DIA DO BEIJO NEM DIA DO AZAR


Câmara de Vereadores de Boquim/SE :
foto arquivo InfoBoquim

Nem o dia do azar e muito menos o dia beijo foram o tema da sexta-feira 13 na câmara Municipal de Boquim/Se. Vereadores realizaram verdadeiros desabafos e revelações sobre o período eleitoral e os bastidores dos processos de eleição. Perseguição e Exclusão foram palavras que expressavam o sentimento dos edis da casa boquinense.

O vereador José Raimundo (Duca) que usou a tribuna sobre problemas no atendimento na UPA em Boquim e do Campo no Bairro Miguel dos Anjos que a 60 anos existe na comunidade e o Sr Sival quer que ele seja fechado pelo Ministério Público. Também convidou os presentes a irem ao Fórum procurar o promotor para ver se houve pronunciamento sobre o resultado do concurso
Os edis Bal, Imara, Abelardo e Eraldo também apartear sobre a política local e as eleições de 2012. Silvio, Jackson e Nonó não participaram.
Duca diz a pesquisa para prefeito só foi feita com os nomes de Chicão, Jean e Joel do Pastor, e já ficou sabendo da lista dos que ganharam para vice também, mas que no futuro será divulgado. Que ainda não teve como falar com Genivaldo para dizer que ele tem que se definir se sai pré-candidato ou não uma vez que o secretário de obras deixou o cargo, é sinal nítido que Jean Carlos é o candidato do prefeito. A realidade é esta o candidato da administração quem é Genivaldo ou Jean? É Jean e tire de gancho! – exclamou o vereador. Reforça a amizade e respeito para com o ex-secretário de obras e diz que ele teve muita coragem de colocar o nome a disposição ao contrario do assessor do prefeito que já foi vereador que não quer se queimar. Ainda afirmou que no dia que desejar sair a prefeito diz sem medo.
Abelardo é o primeiro a pedir parte do tempo de Duca e defende que Genivaldo é pré-candidato, porém a situação em que ele se encontra é complicada, pois todos sabem que o candidato do coração do prefeito é Jean, e o presidente do seu partido é Valadares Filho que hoje está com Pedro e no momento é aguardar o que vai dar no final.
Imara discorda com Duca ao dizer que foi coragem de Jean, segundo ela o nome dele foi trabalhado o tempo todo e tem apoio do executivo, assim até ela teria coragem, o nome dele foi trabalhado em todos os bate-papos para deputado, nenhum vereador ali não falava, o vice-prefeito ainda falou umas duas vezes, mas o secretário de obras falava em todos, por isso ela não ver coragem de Jean, mas afirma que gosta dele e que levantará a bandeira para elegê-lo.
Sobre o Campo Bal não quis entrar na discussão, mas quando for necessário para falar a verdade vai se pronunciar. Para o ex-presidente da Câmara, Genivaldo Meneses precisa ser mais líder porque quem segurou muito tempo os Valadares aqui em Boquim foi ele. O vice-prefeito tem que ser forte hoje, porque os Valadares vão querer ficar com quem? Com o grupo do prefeito o qual tem muita honra de fazer parte – exclama o edil. Todos sabem que Pedro Barbosa perdeu a primeira eleição para Luiz Fonseca e na segunda só faltaram colocar Genivaldo nos braços, da segunda vez fizeram a mesma coisa, com o intuito da próxima ser ele, mas não vai ser não. Lembra ainda que o quando Genivaldo saiu para prefeito de Boquim Nêgo da Farmácia foi em duas ocasiões falar com o Senador Valadares para dizer que a vez era de Genivaldo – foi a eleição que Pedro perdeu. Só não vota em Jean, Genivaldo do Clóvis se ocorrer algo de horror, agora que eles tenham coragem.
Eraldo informa que acompanhar Duca ao MP já que o líder do prefeito não trouxe resposta sobre como estava o resultado do concurso e sobre o ponto político concorda que as pessoas têm que ter determinação. Segundo ele o que hoje ocorre com o vice-prefeito já aconteceu com ele, pois o prefeito queria comprá-lo com um CC e ele não aceitou. O mesmo aconteceu com Jorge Mitidieri, que muito o ajudou, mas ele não o acompanhou para o lado do grupo do alcaide.
Duca lembra que Bal disse que Meneses só sai se for por outro grupo porque por esse lado não sai. Lembrou ainda que os Valadares em reunião já tinham dito que o partido em Boquim vota no candidato do prefeito.
 Bal reafirma que Genivaldo precisa de coragem, porque ele não pode porque é filiado ao PSB e os Valadares não apóiam sua candidatura se ele sair. Se ele tiver coragem ele sai, ou fica quieto e vai caminha como uma formiguinha, a verdade é essa. O povo que avalie quem faz ou não faz, a política é dinâmica. Perder ou ganhar faz parte.
Abelardo pede mais uma vez e diz admirar o vereador Eraldo e diz que paga um preço muito alto pela sua postura. Já tinha conversado com sua família que não iria sair mais candidato... mas devido a tudo que esta acontecendo contra sua pessoa e não vai mudar sua postura porque o prefeito, ou alguém quer e não vai deixar de ser candidato por que alguém quer quem decide é povo. Com relação a Valadares e com o grupo após resultado das eleições irá tomar posicionamento. Fomos obrigados ficar no partido mesmo com essa situação. Valadares tinha toda a condição de apoiar Genivaldo para prefeito e dizer isso a Pedro, eles só querem o voto do povo de Boquim, e por isso vão com o prefeito.
Imara diz que não é perseguida, mas ela é excluída porque ela incomoda, e tem feito seu trabalho com consciência, a edil diz que voltará a CASA porque é a vontade de Deus. Ela denuncia que tem ex-vereador que toda semana tem um ônibus para levar doentes a Aracaju, sem gastar um real.
Duca resume um pouco da sua história política de apoio a Venâncio e Luiz Fonseca. E se o ultimo sair a prefeito ele vota. Enquanto o grupo do prefeito o bajula com elogios – a estes ele responde que tem Venâncio e Luiz, ele ver que seu grupo só o procura prejudicar. Ele não esconde seu desafeto com Cleonâncio, e ver que Joel do Pastor é candidato para enfrentar o nome de Jean, e mesmo que a prefeitura continue inchando (de contratos) se for vontade de Deus Joel vence as eleições. Ele relaciona a história da simplicidade do nome dos seus pais que trabalhavam para Ivan Fonseca, e por isso muitos não gostam de vê-lo crescer.
Imara pela terceira vez pede um aparte e lembra que em Roraima um vereador recebe 600 reais, Bal comenta que em outras regiões alguns recebem ajuda do gestor com exceção, reconhece que viciaram a população a pedir ajuda a pagar a luz, o gás, o remédio. A vereadora complementa que se colocar seu nome a vice ele é recusado na hora porque tem o sobrenome Lima Franca, sobrenome de Antonio José Franca que o povo de Boquim sabe o que alguns ex-vereadores fizeram com ele e estes estão hoje se usufruindo do dinheiro da “Viúva”, com o dinheiro público, e querem ir ao palanque pedir voto... E tem muitos ai recebendo pela prefeitura tudo com salário bom... desabafa a vereadora. Duca lembra que para ficar na política dessa forma, é melhor ficar de fora.
Como não tinha matéria a ser apresentada na ordem do dia foi encerrada a sessão, indo os vereadores para o Fórum Municipal.

Nenhum comentário:

Sobre o que já postamos

BOQUIM SERGIPE piso professores GREVE prefeito sintese luta Brasil PISO SALARIAL vereadores Déda Jean câmara Aracaju Lagarto Pedrinhas STF 2012 2014 Alencar Amigos BLOCO CARREIRA DEPUTADOS LAGOA VERMELHA MP PNE PRE-CAJU Tribunal de Contas chile ditadura enterro escolas governo magistério mec micareta prefeitura prova 12 de junho 141anos 150 dias 1567 2010 2016 ADI AZAR Abelardo Romero Dantas Alô Associação BANDA LARGA BODE Bahia CAE CANDIDATO CLT CNBB Carmem Miranda Ciarlos Conae Copa do mundo Creches DIA DO BEIJO ESTADUAL EUA Edivaldo Educação Estado Estância FESTA FIFA HINO IBGE INTERNET Iluminação Interior José José Comblin LAN HOUSE Lula MARCELO DEDA MDE MICARETA 2012 México Natal OAB Obama PAREDÕES PRAÇA RCB RESISTÊNCIA SE SEXTA FEIRA 13 TV Tabaroinha Taxa UFS Zé Carioca acidente adefib ai se eu soubesse aliança angra 1 angra 2 aniversário anos arcaju argentina.brasil assembleia. assim você me mata atomicas atrasado aulas bardosa batismos campanha censura cidadania cidade concursado contratados copertalse cravo dança das cadeiras dem denúncia dia dos namorados direitos edil energia escravos esquerda estudantes expressão fhs floro frei betto fundação hospitalar de saúde globo golpe militar hegemonia humanos iran japão jovem jovens joão junho kw/h lei liberdade libertação livro líder manifestações merenda merendeira micareta 2011 morte médicos mídia nacional notas novela nucleares oposição pacientes padre pascoa pedro barbosa polícia militar política prefeitos presidente pt páscoa quaresma reforma republica riachão rojões santana sbt secretaria segurança pública sindipema smecelt tabela tarifas teologia da libertação trânsito universitários usinas verdade vereador vice violencia voto